domingo, 26 de dezembro de 2010

Super Força de Vontade



Este post é dedicado ao Nicolas cuja motivação e perseverança na auto construção da sua casa em super adobe merecem respeito. Parabéns pelo mérito, dedicação, fé e força de vontade!
Este é um exemplo em Portugal que aqui registo para que possa encorajar tantas outras pessoas cujo sonho passa por construir a sua casa com as próprias mãos de forma ambiental e economicamente sustentável.
Cada vez mais se ouve falar em pessoas que querem mudar de vida e voltar ao campo para viver em harmonia com a Natureza de forma sustentável e auto-suficiente. Deste movimento, que vemos crescer diariamente, fazem parte pessoas informadas, sensíveis, conscientes, que querem um mundo melhor em paz e em harmonia com a Natureza. São sonhadores ávidos por tornar realidade aquilo em que acreditam e que vêm no seu habitat o exemplo e a oportunidade de mudança que procuram. Como base têm muitas vezes os conhecimentos de Permacultura, a consciência da fragilidade mundial face à dependência do petróleo e a inspiração do que de melhor se vai fazendo pelo mundo e que a internet torna acessível.
Foi o caso do Nicolas que cresceu nos subúrbios de Paris num contexto caótico, violento e sem Natureza o que, provavelmente por tamanha overdose, lhe deu também a força e o poder pessoal que agora materializou na sua casa. Nada é por acaso e nas nossas vivências o importante é tirar proveito do contexto para crescer, aprender, melhorar.
Um dia decidiu tirar um curso de Permacultura, um dia apaixonou-se pela técnica do Super Adobe que somente viu em livros e vídeos e um dia decidiu que ia construir a sua casa assim. Agradou-lhe a simplicidade construtiva e a total independência de materiais de construção industriais. Exceptuando os sacos a encher tudo o resto é SIMPLES TERRA do próprio terreno.

E a história é tão simples quanto isso: 1 bom livro sobre construção com super-adobe + 1 terreno + foça de vontade de leão

Ele nunca tinha trabalhado em construção e o resultado está à vista. Demorou 1 ano e meio mas o esforço valeu a pena. Isto vê-se pela felicidade de quem superou um desafio bem difícil e que agora se sente ainda mais forte e capaz. Quem faz isto consegue fazer tudo – disse-lhe eu.
Muitas vezes usamos desculpas para não pôr em prática aquilo em que acreditamos, sem sequer ousarmos começar. Eu arrisco dizer que um processo de auto-construção pode ser uma aprendizagem transformadora, uma forma de nos tornar mais conscientes, motivados, de nos conhecermos e percebermos os nossos limites ou a sua quase ausência perante a grande capacidade que é a vontade. Pode servir como um acto de reflexão sobre a forma de estar na Vida capacitando-nos a materializar o mundo com que sonhamos.
Não é tarefa fácil mas também não tem de ser difícil. O trabalho do Super Adobe é fisicamente muito duro, a ajuda dos amigos voluntários foi diminuído com o passar do tempo, houve muita chuva, frio e calor abrasador pelo meio, houve até momentos de desespero e momentos de perda…
Mas existiram também momentos de alegria fruto do trabalho partilhado, do ver crescer algo tão bonito concretizado pelo corpo físico, intelectual e espiritual. Também a alegria de criar uma boa relação de vizinhança, pois a obra já é acarinhada por todos nas redondezas…
Quero deixar aqui este exemplo de sucesso para motivar as pessoas que desejam começar e aqueles que desistiram a meio ou cujo resultado até agora não passa das boas intenções. Se faz parte do vosso sonho então façam um bom planeamento e arregacem as mangas!
Se quiserem saber mais vejam o post de Junho de 2009:

Para quem estiver interessado em ajudar a casa em super adobe ainda não esta rebocada por dentro. Podem voluntariar-se.

4 comentários:

Ricardo Marques disse...

Parabéns Catarina! Continua a divulgar os teus projectos!

Catarina Pinto disse...

Ricardo, este projecto não é meu, é do Nicolas. Eu apenas fui vendo a evolução para aprender a técnica.
Mas achei que muito pertinente divulgar. Obrigada pelo comentário. BOM 2011!

Catarina Carvalho disse...

É lindo e revela a nossa força toda! acreditemos! é possivel Cata
Ao vivo e ao perto sente-se a energia toda ali mesmo! Mt bem registado =)
beijinhos e BOM, MTttt bom 2011

tchenka disse...

Obrigada pela partilha, é de facto um projecto fantástico.
Será possivel enviares o contacto do Nicolas? Gostaria de entrar em contacto com ele.
Novamente obrigada,
Rita